O "S" no peito significa esperança

Quarta, 18 de abril de 2018


Nunca precisamos tanto do Superman como nos dias de hoje. A vontade que tenho é de olhar para o céu, apontar o dedo para cima e perguntar a alguém ao meu lado “é um pássaro ou avião?”.

Hoje vivemos tempos céticos e irônicos, recheados de sarcasmos, onde não demonstrar interesse é a maneira de jogar. Negamos os nossos sentimentos, como se isso fosse um sinal de fraqueza, e nos limitamos a uma tela de celular.

Devido a isso, fomos apresentados a um Superman que não sorri. Que se questiona o tempo todo se fazer o que é certo é a coisa certa a se fazer.

"Erga a cabeça e sorria, Superman!"

Ao mesmo tempo, temos na figura do Batman o nosso ideal de herói. Mas o seu propósito sempre foi de causar o medo nos vilões e não inflar a esperança nas pessoas.

Nota a diferença?

Hoje, infelizmente, confundimos inocência com algo bobo, brega. Encaramos o altruísmo como perda de tempo.

Talvez, por conta disso, a melhor coisa que presenciei no filme da Liga da Justiça foi ter visto o Superman sorrindo. Ele estava lá, todo quebrado no chão juntamente com o Ciborgue e ambos gargalhavam.

Você sabe que, de alguma maneira, tudo vai ficar bem.

Não importa o quanto as coisas pareçam complicadas, ele vai te ajudar a crer que tudo dará certo no final das contas. Te dará um pouco mais de força, coragem e, principalmente, esperança e confiança, pois sabem que você pode muito mais.

Esse é o Superman e esse é o tamanho do seu significado.

“Seu médico realmente se atrasou, Reagan. Não é tão ruim quanto parece. Você é muito mais forte do que imagina ser. Acredite em mim.”

Não quero saber de prédios destruídos, de medo, terror e invasões alienígenas. Quero que o azulão, à sua maneira, deposite a sua confiança em mim, pois acredita em meu potencial.

Lembro que, quando criança, assisti a um desenho chamado Gigante de Ferro. Esse é um desenho de um garotinho que conhece um robô gigante e ingênuo de todas as ações humanas. O garotinho apresenta o gibi do seu herói favorito, o Superman, e o Gigante de Ferro passa a se espelhar nele.

"O sorriso no rosto metálico de alguém que renovará a esperança na Terra"

No ato final do filme, quando um meteoro está a caminho da Terra e todos daquele vilarejo perdem a esperança, o robô parte para o sacrifício, sem antes dizer que ainda estará no coração do garotinho. De encontro ao meteoro, já no espaço, o Gigante de Ferro sorri, diz “Superman” e fecha os olhos antes de salvar a Terra.

O robô não possibilitou, apenas, uma segunda chance. Foi a renovação de esperança na terra.

E é sobre isso que se trata o Superman.

O “S” no peito significa esperança.


voltar