O Will Smith tinha que ser o Superman

Segunda, 16 de abril de 2018


A trilha sonora desse papo é Men in Black, cantada por Will Smith. Sim, ele mesmo. O Will da série Um Maluco no Pedaço, que também protagoniza o filme MIB - Homens de Preto.

A ideia aqui é que, caramba, o Will Smith tinha que ser o Superman. E falo sério. Porque, meu, não adianta. Todo filme, série e clipes em que aparece, não tem como não gostar ou torcer por ele.

Puta que pariu.

Toda vez que tinha uma cena um pouco mais foda na série Um Maluco no Pedaço, não tinha como a gente não compadecer por ele.

Seja em MIB - Homens de Preto, Hicth - Conselheiro Amoroso, A Procura da Felicidade, Independence Day, aqueles dos caubóis e até esse novo filme de orcs na Netflix, Bad Boys.

O filho da mãe tem um carisma tão gigantesco que não ter participado de Matrix talvez tenha sido a melhor coisa que poderia ter acontecido com o próprio Matrix. Tenho certeza que a gente não torceria pro Neil, o Escolhido, da mesma forma que torceríamos para o Will.

"Hancock dando consultoria de carisma."

Lembram do Hancock? Tava ele ali com problemas de comportamento social e com bebidas, onde sequer tinha o respeito das pessoas que salvava. E a gente tava ali torcendo pra ele sair dessa.

Tem mais, tem mais. Veja só, eu sei, você sabe, nós sabemos. O filme Esquadrão Suicida não foi lá aquela coisa. Passou longe de ser lá aquela coisa. Mas a gente tinha dois personagens que destoavam dos demais. A Arlequina e o Pistoleiro. E adivinha quem protagonizava no papel do Pistoleiro?

Daí a gente chega nessa parte de heróis e me pego pensando numa coisa aqui.

O grande problema do Superman, pelo menos esse Superman que nos foi apresentado, é que esse Super não aparenta mostrar um pingo de humanidade, convicção. Ele diz que o “S” no seu peito significa “Esperança”, na linguagem de Krypton, e o que vemos é um rapaz cabisbaixo, sem esboçar um sorriso.

"Sou o Kevin James olhando para o Will Smith."

A gente não conseguia abrir um sorriso de alívio pelo Super estar voando por toda aquela tela gigante do cinema. Isso era coisa séria. E não deveria ser.

Vivemos tempos tão difíceis e complicados. Ainda não acredito que torcemos para o Batman descer o murro no Superman porque a gente não aguentava mais um escoteiro, um cara certinho. Apesar de ser difícil de se identificar com alguém que destrói meia cidade e vive com um bico na cara.

"E antes que perguntem, existe sim. Calvin Ellis, o Superman da Terra 23. Bem melhor do que esse que a gente conhece"

Caramba, talvez seja por tudo isso que andei pensando. A melhor coisa que poderia ter acontecido seria a oportunidade do Will Smith vestir a capa do Superman.Tenho certeza de que, de botas, capa e cueca por cima da calça, a gente se sentiria bem mais próximo e com um sorriso no rosto cada vez que encontrássemos esse Superman voando por aí.

Abraços,

Rafael Moreno


TAGS desta postagem

voltar